Casamento e família no Divã (Leia com tempo)

Hey people
Prestaram atenção no título? Bah! Até eu estou com medo do que vai sair!!
Mentira, pode respirar. Serão apenas leves pensamentos descontraidos no texto. É só algo que vem matutanto nessa caixola e deu vontade de compartilhar. Opiniões a favor ou contraditórias serão muito bem vindas contanto que usadas com bom sendo ok? Lembrem-se que agora eu como Dj modero a baladinha hehehe…
Mas antes vamos aos quadros de recados =)
1- Gente descobri uma falta grave pessoal em relação a internet: Eu tenho muito pouca paciência de comentar em blogs =((( NÃO ME MATEM!!! Estou sendo sincera pô! Então descobri a solução para que você coisa fofa que lê deixe seu recadinho e eu responda com mais facilidade: EMAIL. Pode mandar fumo! Dúvidas, broncas, beijinhos, convites para conhecer seu blog, sua fazendinha no Facebook (mentira, parei com esse vício) e afins….Agora estou mais ágil do que nunca nas respostas =) tá bom?
2 – Gatinhas….ôh gatinhas de Jesus!….Não se esqueçam de antes de mandar perguntas e pedidos de ajuda dar uma olhadinha no histórico de postagem do blog para ter certeza de que eu não já postei o que você está pedindo. Pode ser?! Sei que é chato, demorado e pode te faltar paciência também,mas…força na peruca!!! Bora praticar Tai Chi Chuan comigo para aprender a controlar a ansiedade tá?! Beijomeliganotchai
***
Ah então…estava esquentando os pensamentos neste início de inverno com uma indagação: Vale tudo para fazer um casamento? Até onde devemos “persistir”, lutar, sofrer, chorar e esquentar a cabeça com o assunto?
UuUh! já te enchi de opiniões né? Hehehe, calma mulé (e meninos tbém), deixa eu molhar o bico.
Estes dias recebi um email de um noivo desesperado. O rapaz me contou que vivia um momento delicado de sua vida: Sempre ajudou em casa,menino bom e trabalhador de família humilde. Pelo que entendi o noivo era uma espécie de “alicerce” financeiro na família. Daí um dia ele conheceu sua joia rara,namoraram (Por longos anos) e atualmente estão noivos. Bah! Daí que assim que ficamos noivos(as) o que já vem na cabeça? Casamento,claro!
E agora está formado o dilema: O moço quer se casar e sua noiva está ansiosíííííssima com a idéia. Mas os pais do jovem estão do outro lado da história querendo que ele não tome esta decisão agora,que espere mais e que continue ajudando nas contas da casa…
Tá, daí que ele me escreve pedindo conselhos (!!!) O que que eu ia dizer ?
“Moço manda seus pais irem pro bingo e case AGORA porque já faz tempo que vocês namoram e tá mais que na hora de cuidar da sua vida e blablabla…”
“Jovem, pense nos seus pais e peça para sua noiva esperar,vocês é que são ansiosos afinal de contas. Você precisa ajudar seus pais e tchá tchá tchá…”
Er….NOT!
“Ai se fosse eu tava nem aí e me casava mesmo. Bando de gente ultrapassada..”
Claro. Depois não reclame de ter no casamento só gente de cara amarrada (Isso se quiserem ir) e uma briga feia comprada pro resto da vida. Tomar atitudes bruscas assim só mostra o que você é capaz de fazer quando o calo aperta.
“Ah nãããooo, mas comigo e com meu casamento é diferente…jamais faria isso…”
Sei.
É muito fácil dizer o que o outro tem que fazer. Também é muito fácil retirar o corpo fora quando mais precisam de QUALQUER palavra de conforto. Sendo eu a mais recomendada a dar conselhos ou não precisava dar uma resposta. Demorei um tempo pensando sobre, pratiquei empatia e saiu algo mais ou menos assim:
Eu já passei por algo parecido. Sempre pensei em liberdade, morar sozinha, tocar em banda de rock, rodar o mundo e essas coisas da puberdade. Mas assim como o moço eu era um dos alicerces da minha família. E dai o que eu fiz? Meti as caras e me joguei no mundo morando fora por um tempo. Foi terrível tanto pra mim quanto pra eles. Um choque. Depois de um tempo voltei pra casa com o rabo entre as pernas e passei a ajudar novamente. Nunca foi muita coisa, mas enfim…era necessário.
Agora estou aqui morando com o Thiago, longe da família de novo. Eu sei que a situação é diferente. Tão diferente que chegou uma melhor época em minha vida e já vislumbro enviar ajudas novamente para minha família pois lá a coisa continua a mesma.
Minha mãe nunca foi contra a decisão de sair de casa, mesmo sabendo que eu iria parar de ajudar. Até que pelo contrário, me apoiava bastante com meus projetos pirados. Mas eu sabia que no fundo era difícil pra ela…
Só que o caso do rapaz é outro e o seu projeto não tem nada de pirado: É um casamento! Coisa pra vida toda (amém) e fazer com que os pais dele entendam isso é barra!…Talvez a parte da noiva seja mais fácil de resolver: Uma conversa bem sincera pode ajudar.
Ou não. A moça pode estar perfeitamente ansiosa e triste por ter que esperar mais e mais tempo para realizar este sonho.
Ai meu Deus então o que fazer?!!
Eu sugeri com imparcialidade que ele busque encontrar o equilíbrio da situação. Chame os pais e se abra. Fale abertamente o que pensa sobre tudo isso e como futuro esposo abra seu coração para falar dos planos com a noiva. Depois que chame a noiva e peça paciência antes de mais nada, pois esta não será a primeira luta que passaram juntos e talvez não seja a mais fácil. Mas se conseguirem encontrar uma saída para este problema juntos e puderem contar com o apoio (e não com a pressão) do outro, pronto: Eu os declaro marido e mulher, pois realmente estarão preparados para o casamento. Sim até porque para quem ainda não casou e não sabe, casamento é luta àtras de luta…
Ai gente, é claro que ninguém aqui é santo e a vida não é novela. Sabemos que muitas lágrimas, brigas e dores de cabeça podem rolar. Mas isso tudo é parte de um amadurecimento particular e a dois. Etapa sabe? Ninguém vai te ajudar a pular isso aí. O que temos que entender é que: Pais podem ser malas o quanto for, mas são pais pô. E se precisam de você hoje pense que você precisou deles por um bom tempo da sua vida. Não precisa deixar atrapalhar a vida e se encostar, mas equilibrar e saber ser firme também. E os amores nossos? #comofas? Faz o mesmo…usa medidas, paciência e moooooito amor. Aproveita pra ver nessas horas quem está ao seu lado. Né não?
Ai gente, falei demais!
Falem vocês agora vai hehehe
Beijos!
Ps: E esse Bah! que veio do sul para completar meu vocabulário-louco-regional hein?!
Leia Também
Anúncios

Sobre Sam
Criou o CSG em 2009 e de lá pra cá não desistiu de provar que é possível se casar com a grana que se tem!

26 Responses to Casamento e família no Divã (Leia com tempo)

  1. Storto says:

    E ficou faltando agradecer a Mayara pela ajuda, muito obrigado ! =)

  2. Storto says:

    Bem minha história teve outro capítulo ontem (não que ela tenha vários hehehe). Fui conversar com minha mãe sobre o negócio do casamento, mas eu percebi que isso é uma coisa muito mais que o casamento, é um motivo pelo qual eu quero batalhar e minha mãe não entende. E quando falei isso, ela começou a dizer que a partir daquele dia eu poderia considerar ela morta (não estou exagerando, foram as palavras dela) que eu teria que pagar pra ficar em casa e que eu ia decepcionar minha familia. Mas apesar disso, quem não aprova o casamento é minha mae pq meu pai disse que me apoia na minha decisão. Meu pai, minha noiva e eu chegamos a seguinte conclusão dps de ontem, minha mãe percebeu que está perdendo o controle da situação e jogou a maior cartada que ela tinha, ela não tem na nossa casa apoio pra decisão dela.Posso dizer que foi uma noite muito tensa mas ao mesmo tempo me deixou uma pouco aliviado isso tudo.

  3. Mayara says:

    Vinícius, depois de tanta confusão com meus sogros, foi justamente isso que meu marido fez: jogou-os pro alto, pois com eles não tem conversa; eles são ignorantes e só querem que esteja tudo bem do lado deles, não aceitam críticas, nem que a situação crítica seja levantada. Porém, aconselho você a primeiro tentar como ele fez: coversar com calma, tentar fazê-las ver que não é o fim do mundo. E se você tem uma cama e um chuveiro, CASE LOGO, AMIGO!!! Eu casei há 2 anos e meio sem um puto e tô quase comprando nosso terreno, o Senhor deu o mandamento de casar, o restante ele provê junto com o nosso esforço! Espero ter ajudado!

  4. Paty Lenny says:

    Nossa, eu concordo plenamente com o que a Mayara disse. Os pais do meu noivo também arrumaram de tudo para não casarmos, até colocaram ele pra fora de casa. E agora disseram que não vão ao nosso casamento. Os meus pais vivem com papo de que eu tenho que pagar o que eles fizeram por mim, minha mãe mais que meu pai. E eu fico muito P. da vida, pois penso que nem a Mayara disse, e respondo que não pedi para nascer, e já que resolveram me ter, que aceitem as consequencias. Mesmo assim, minha família tem ajudado bastante no meu casamento. Já os pais do meu noivo, nem dão as caras, nem falam comigo, e nem mesmo ajudam em nenhuma balinha. Fazer o que né!?Bjs.

  5. Vinícius says:

    Olá, meu nome é Vinícius e achei o blog por acaso. Vi muitas opiniões, então gostaria de uma ajuda com o meu caso se fosse possível: namoro a 3 anos e meio, e eu e minha namorada ficamos noivos em março desse ano.Só que eu tenho o seguinte problema, sendo filho único estive sempre cercado pela minha mãe, minha vó e minha tia. Quando disse que iria ficar noivo, foi quase o fim do mundo … minha tia chegou ao ponto de perguntar se minha namorada estava grávida. Minha mãe ficou com cara de bosta e tudo mais, mas dps ela aceitou apesar de nunca fazer nenhum comentário.Já fazem um dois meses que começamos a ver sobre o casamento para o ano que vem, a familia da minha namorada apoia totalmente nós dois mas a minha não. Comecei a ver sobre casamento e não falei pra minha mãe sobre isso, quando falei que tinha tomado a decisão de casar ela falou um monte, e não só ela como minha vó tb. Para minha família, eu tenho que estudar mais e conseguir um emprego melhor. Mas ai que tá, como minha namorada disse, vamos ter que esperar até quando se nada disso der certo? Ambos temos empregos, ela é funcionária pública, os pais dela dão o maior apoio … o que breca tudo em parte é minha família. E realmente tem hrs q da vontade de jogar tudo pro alto, e sinceramente, na verdade estou quase jogando minha familia pro alto.

  6. Mayara says:

    Cara… eu passei por uma situação parecida, só que invertida, eu explico:Namorei, noivei e casei em seis meses. Nem deu tempo de os meus sogros irem contra, pois nós moramos em Curitiba e eles em Ponta Grossa. Minha sogra não acreditava que meu marido ia casar mesmo, já foi achando o que falar mal de mim, até que ela viu que a coisa era séria, aí vieram com aquela cara desenchavida me conhecer (o que eu não fazia a menor questão depois do ocorrido). Não dá nem pra acreditar que existe gente assim, ainda mais gente que sempre recebe instruções para a vida à luz do Evangelho de Jesus Cristo. Mas tem. E foi só a gente casar que meu sogro começou a armar suas primeiras picuinhas, NO DIA do casamento. E as coisas foram piorando, ele falava certas coisas só pra me provocar, falava mal de mim pro meu marido, tudo pra tentar fazer a gente se separar. E tudo isso porquê? Só porque ele queria que o meu marido continuasse em casa "ajudando" a pagar as contas (porque na época em que ele saiu de casa e veio pra Curita ele tava bancando tudo com a irmã dele).Mas a grande "questã" é a seguinte: Qual é o objetivo de trazermos filhos para esse mundo? Vou dizer o que eu aprendi com o meu pai: se estamos ns propondo a ser pais, devemos pensar que vamos criar uma pessoa! Não é "uma boca a mais pra comer em casa", não é uma "despesa a mais"! É uma vida! Apesar das provações que passamos, nascemos nesse mundo pra sermos FE-LI-ZES e os pais têm o dever de fazer o que estiver ao seu alcance pra serem os melhores possíveis nessa tarefa. Se nós como pais (agora eu sou mãe de um safadinho de 8 meses) damos teto, conforto, comida, roupas, escola… isso não passa de uma obrigação que assumimos quando resolvemos fabricar o bebê! Agora, depois que a criança vira um rapazote, querer exigir de volta tudo o que demos, é no mínimo uma injustiça muito grande. Se nós podemos querer algo de volta de nossos filhos, isso é que eles ponham em prática em suas vidas próprias no mundo afora tudo o que foi ensinado em casa. E é claro, que sejam felizes! Se os pais não podem ajudar, não atrapalhem!!!!

  7. Natália says:

    Olá! Estou adorando esse blog… Com meus pais aconteceu assim: meu avô queria que meus pais adiassem o casamento pq naquela data ele não "poderia" vir. Ele tbm recebia ajuda de custo do meu pai. Aí meu pai foi querer falar com minha mãe para adiar a data. Na hora ela sacou, e disse: podemos adiar, mas no dia do casamento (próxima data), vc vai e se casa com seu pai! Aí eles não adiaram e meu vô deu um jeito de vir, hehehe…Meu namo vai começar a trabalhar concursado agora e quer usar os 3 primeiros meses de salario para pagar as contas dos pais dele, arrumar o carro do pai dele e tals, teremos no máximo uns 6 meses para construir a casa e pagar as coisas do casamento se isso acontecer. Mas tá, os pais dele sustentaram ele por qtos anos, nada mais justo do que ele ajudar. Vamos ver no que vai dar!Um beijos a todos…

  8. darcy e neto says:

    Super 10 essa postagem… a gente fica lendo e a cabeça a mil… se pondo no lugar…Sou presença constante por aqui e adooooro seu blog!Parabéns…Mto sucesso!

  9. Anonymous says:

    Oi, Sammia, meninas e meninos! rsrsEu sou a Lisa, o anônimo que postou aí em cima. Vou postar sempre como anônimo porque tenho preguiça de abrir (mais) uma conta de e-mail. rsrsSe o gato garoto quer casar mesmo, menina, o impasse é grande! rsrs Você tem razão quando diz que "cada cabeça é uma sentença". Primeiro porque a situação financeira deles vai complicar muito mesmo, não? E vai saber como cada família é "dentro de quatro paredes". Me refiro a esse tipo de relação onde os pais se fazem de coitadinhos e ficam tentando fazer o filho se sentir culpado. Seria legal ele avaliar esse tipo de coisa, também, como é o temperamento da mãe, se ela é uma pessoa "que sacode a poeira e dá a volta por cima" ou se segue mais a linha da "pobrezinha de mim, infeliz". Porque, se for a segunda opção, coitado!!! Nunca o que ele fizer vai ser o bastante!!Me dá muita pena, sabe? Porque, enquanto mãe e noiva ficam com suas necessidades/egoísmos, quem sofre é ele! Até o dia em que esse homem surte, mandar todo mundo à m… e vá viver numa aldeia hippie! rsrsSerá que seria legal pra ele deixar o assunto quieto e ver como os ânimos se acalmam?Agora fiquei na dúvida. rsrsBj, bj

  10. Essa situação é realmente complexa. O que eu posso dizer a este noivo desesperado é que se ele tem absoluta certeza do que quer ele deve ir em frente e ciente do que está fazendo. É difícil sair de casa e deixar os pais, mas um dia isso tem que acontecer. Eu sugeriria que o noivo tenha uma conversa franca e pergunte sobre o casamento de seus pais. Com delicadeza pergunte como seu pai e sua mãe saíram de casa, se eles acharam precipitado casar, se foi egoísmo, se eles ajudaram em casa mesmo dps de casarem…essas coisas. Isso irá trazer à mente deles que todo mundo um dia sai de casa para formar sua própria família e que não dá para ajudar da mesma maneira. Muitas vezes, as pessoas que acham que casar cedo é loucura, são as mesmas que tbm casaram cedo. Não sei se ele é filho único, mas em todo caso os pais terão que entender que os filhos se vão. Quanto à noiva, entendo completamente a ansiedade, pq tbm passei por isso, mas ela deve ter paciência. Organize tudo com calma, gaste somente o que vcs podem. Sei que qdo estamos noivos queremos aquela festa…mas pense no sentido da festa. Ela deve celebrar a vida! Portanto, gaste somente o que vcs poderão pagar, pois esse dia passa e fica o amor que cada um sente pelo o outro. Enfim, espero que todos tenham paciência e torço para que tudo dê certo!

  11. Paty Lenny says:

    Menina, o mesmo aconteceu, e continua acontecendo comigo. E o que eu to fazendo? Conversei com meus pais, e eles estão bem cientes de que este é o meu grande sonho. E conversei com meu noivo, e como o grande problema é que minha mãe mora de aluguel, depois do casamento, e depois que dermos uma arrumada legal na nossa casinha, que está terminando de ser contruída. Vamos nos empenhar em comprar uma casa, na verdade duas, no mesmo terreno. Financiando pela CAIXA e vamos eixar minha mãe morar em uma e vamos alugar outra. E com o dinheiro do aluguel e mais uma ajudinha que minha mãe se cmprometeu a dar, ela vai ter um lar de onde não vai precisar sair, e nós vamos conseguir pagar as parcelas do financimento sem precisar tirar dinheiro do nosso bolso! Uuuuiii.. agora eu só oro a Deus pra que nossos planos deem muito certo. Pois as intenções são boas né!? todos ficaremos felizes.. e por isso…acho que ELE não vai exitar em nos abençoar né!? Assim espero! Bjokas! E o Blog tá DEMAIS de BÃO!

  12. Então Diana,mas eu não tenho nem um real…que dirá 5 mil. O que tenho apenas é a vontade de fazer um casamento sem grana. Só isso.Beijos e boa sorte =)

  13. Diana Julia says:

    oie…desculpe… postei alguns comentarios e nem me apresentei…estou adorandooooo seu Blog… e percebendo que eu nao estou sozinha nessa batalha de casar com pouca grana…bjinhossssssss

  14. Diana Julia says:

    Olá…Gente, também estou casando sem grana, mas não tenho nem os 5 mil que a Sammia tem… tenho alguns cem reais que a gente se mata pra fazer sobrar todo mes…Estou ganhando algumas coisas, decorando eu mesma, essas coisas…DETALHE: nenhum dos pais estão ajudando… tah saindo TUDO do nosso bolso…o meu convite é uma foto trabalhada no Photoshop…a decoração da mesa do bolo(ganhado) será de tnt…churrasco, mesa de frutas, dj… aiaiai… tomara que de tudo certo…Boa sorte a todassss…

  15. Liége says:

    Como minha vovó já dizia: filho é para o mundo, e não para os pais. Sei que cada caso é um caso, mas concordo com a Jane quando diz que esse é o ciclo natural da vida! Sei lá, acho que filho não é propriedade e não deveria ter que ser um dos pilares da família (sei que tem vezes que não tem outro jeito). Mas daí querer que o rapaz adie o casamento… realmente, a situação da família provavelmente vai continuar a mesma durante muitos anos e daí? Ele tem o direito de seguir a vida dele, na minha opinião, ajudando os pais quando e se puder, mas também construindo sua própria família e vida, um direito que não deveria ser privado de ninguém.

  16. Bárbara says:

    Mas que situação! O meio termo para a noiva seria casar e morar com a família do noivo. Mas não recomendo, é confusão garantida. Todo casal merece e precisa de privacidade, ou seja, um canto só deles. Tive sorte de ter pais que não me prenderam, muito pelo contrário, sempre me encorajaram a encarar tudo de frente. Tenho pena desse noivo, e mais ainda da noiva. Meu pai do céu! Uma vez aconteceu algo parecido com uma amiga minha, e minha mãe conversou com a mãe dela. Tudo se resolveu, a mãe da minha amiga viu que "prender" a menina só iria prejudicá-la, e deu tudo certo. Aconselharia o noivo, se souber de alguém com esse poder de convencimento, a pedir para conversar com a familia dele, principalmente a mãe. Boa sorte para os noivos.Ah, estou te seguindo, se puder dê uma olhadinha no meu blog, comecei a pouco tempo, http://minicasamentodf.blogspot.com/Beijos.

  17. Olá!Já pensou em realizar um casamento dentro de uma feira?Pois é, André e Rita toparam o desafio e vão se casar dentro da 8º edição da Feira Noivas & Festas de Jundiaí e Região.Imagine o nervosismo e todos os preparativos do casal? Eles conta todos os detalhes no blog exclusivo do evento.Esperamos você por lá! http://casamentos2010.blogspot.com/

  18. aaffff, que situação!Como boa católica que sou, segue meu conselho:Meu conselho… reza moço! reza que Deus vai te mostrar o melhor caminho, sem angustiar seu coração…Samia, coloquei Hoje seu kit granado no correio!!! Desculpe a demora, tá corrido aqui no trabalho!Outra coisa… tem uma promo nova no blog que é tudo para noivas sem grana! Um livro pra lá de irado… Passa lá!Faz um esforcinho fia…Bjkas!

  19. Pri says:

    Nunca passei por esse tipo de situação e realmente não sei o que faria, pois para quem está do lado de fora é tudo muito mais fácil!É uma questão bem delicada, mas me pergunto: a situação financeira da família vai mudar daqui a 5 anos se o casamento for adiado?

  20. Jane says:

    Gente, nao tem nada de egoismo nisso. O ciclo natural da vida É ESTE. Filhos deixam pai e mae e vao cuidar da propria vida um dia. É assim inclusive em todas as especies de animais, nao so na raca humana.Acontece que, na cultura brasileira, os pais nao conseguem aceitar isso! Nao querem deixar o filho ir. Nao se preparam para a ideia de perder a prioridade na vida dos filhos, porque é exatamente isso que acontece. Vao SEMPRE achar desculpa pra adiar casamento, e usar taticas que vao dos meros comentarios contrários a chantagem emocional.Nao tem egoismo em deixar pai e mae. Isso nao significa que os pais perdem a importancia. Mas precisam assumir o seu novo papel neste novo ciclo da vida dos filhos, se preparar e se adaptar. Financeiramente e, principalmente, emocionalmente. E é isso que os pais nao querem fazer, tentando adiar o que é inevitável.Digo tudo isso com conhecimento de causa, viu? Adiar casamento por causa dos pais é um ciclo perigoso e sem fim. Marcar uma data e dar esse tempo para que a familia se prepare e se adapte a nova realidade é o mais sensato. Até porque, ninguém precisa casar da noite pro dia, né?E por fim, muito diálogo, amor e paciencia SEMPRE, claro.

  21. A posição do noivo neste caso como comentou esta mamãe é a seguinte: Ele quer sim se casar e MUITO,mas está no meio de um fogo cruzado entre os pais e a noiva.Me pareceu que ambos os lados estão puxando a corda e ele no meio do cabo de guerra com a cabeça lotada de pensamentos.Como eu disse, é complicado dizer a alguém o que se tem de fazer. Cada caso um caso e cada família e cabeça uma sentença (Provérbio popular da Sammia).Eu também concordo (mesmo sem ser) que como mãe eu iria querer a felicidade do meu filho, sendo que ele não será mais um dos "pilares"financeiros da casa. Mas vai saber o que se passa na cabeça desta mãe neste caso…é fogo!Ah concordo viu: O dinheiro nunca é o bastante hehehe. Parece que quando tomamos qualquer atitude de mudança de vida; gastos e mais gastos vão brotando do nada….E Elaine: Eu me sentia (e ainda sinto) muito disso que você falou :)As vezes bate aquela sensação de que estamos sendo egoistas né?…mas fazer o que? Deixar de viver por alguém? Cada um com seu caminho…o que posso fazer é ajudar como der né?Beijos pra todas =)

  22. Anonymous says:

    Acho que o grande problema é: o noivo realmente quer casar? Porque os pais não querem e a noiva super quer. E ele? O que ele quer com tudo isso?Ajudar os pais é bacana e necessário. Mas assumir uma responsabilidade como chefe de uma família que não é mais sua (porque a família será a noiva e os filhos que virão) acho injusto. Outro ponto é que a grana nunca vai ser suficiente pra tudo. Isso aprendo a cada dia, faço facu, moramos (marido e eu) com a sogra e queremos casar. E tô vendo a cada dia que nunca será suficiente pra tudo.O negócio é fazer o que quer e, infelizmente, ajudar os pais quando se pode. Eu, como mãe, preferiria mil vezes ver o meu filho feliz!! :)

  23. Elaine Paiva says:

    Eu tenho a resposta na ponta da língua, "vc já é grandinho e tá na hora da vida seguir em frente". Maaaasss, eu tô aqui de fora da situação, então tudo é mais fácil, né? Dizer não para pai e mãe é mais difícil que "aprender japonês em brayler". Eu mesma tb sempre ajudei minha mãe e mesmo hoje, morando eu aqui no Rio e ela lá na Paraíba, ainda fico com a consciência pesada quando compro alguma coisa cara, penso que poderia mandar o dinheiro para ela. Sem contar os comentários que a gente ouve: "vai gastar um dinheirão com casamento e sua mãe precisando terminar a reforma da casa", e por aí vai. Mas quer saber, tenho colocado minhas prioridades na frente.

  24. Helena! says:

    Tenho 23 anos, namoro há 10 anos (!), fiquei noiva há 10 dias. Pago minhas contas, o noivo também; ajudo em casa, o noivo também. Estamos pagando juntos (e sozinhos) um terreno e pretendemos começar a construção assim que ele se formar. Acredita que mesmo com essa independência toda, meus sogros (que me conhecem desde criança) pediram pro noivo esperar mais pra casar!! É o meu momento de exercitar a "bocafechadapranão terproblemas"! Mas é difícil…

  25. Mandita says:

    É mto dificil…. aff.Vontade de sair correndo que eu teria.Bjusmeliga.

  26. Oi Sam… Gostei do texto e de suas sugestões ao noivo e noivos(as) de plantão. Nada como uma boa conversa, sincera e mt mt mt paciência de tds os lados. Desejo muuuuuuita boa sorte para esses noivinhos em questão e pra todas nós noivinhas ansiosas rsrs!!!bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: