Dica: Planilha de Organização do Casamento

Olá meninos e meninas!

Antes de mais nada, pessoas queridas, quero agradecer a todas pelos votos de felicidade no post anterior e no Twitter. Agradecer as ajudas que vocês me ofereceram e desejar felicidade as noivas que me escreveram e disseram que irão casar no mesmo dia que eu :D PARABÉNS pra vocês também!

E agora dizer que já entrei pro time das ansiosas: Voltei a pesquisar preços das coisas, ver 115 fotos de decoração por dia hahaha. Sas loucuras de mulher :P

Daí que bandeando pela internet atrás de planilhas de organização, senti vontade de junta-las todas numa só, afinal de contas a grande maioria tem muitas informações boas, mas são muitas sabe? Uma é um check-list, a outra é um controle de convidados e por aí vai…

Pensei, pensei, juntei algumas idéias, acrescentei outras e ficou chuchu! Clique na seta abaixo e  baixe a sua :)

DOWNLOAD

Agora que você baixou, vou explicar tudo o que tem nela, aba por aba:

Aba 1 – Agenda
Nada mais é que a agenda de 2011. Vai até janeiro de 2012 adivinha por que? HEHEHE :D Aqui você colocará sua rotina programática.

Aba 2 – Check-List
Normal. Um Check-list para você ir dando um OK no que já foi feito. Coloquei alguns exemplos (alguns até que nem concordo em ter), mas daí vai de VOCÊ alterar o que quiser: Retirar itens, incluir…solte a imaginação!

Aba 3 – Pesquisa de preço
Quando se começa a pesquisar coisas para um casamento, você consulta várias empresas e fontes não é? Então! Para cada item listado você tem 3 linhas, ou seja, 3 fornecedores para pegar dados e comparar preços. Como no exemplo que já deixei na planilha com o nome de 3 igrejas fictícias.
É bom guardar orçamentos assim para diversos fins: Comparativos de preços, ajuda para uma amiga que quer casar em determinado lugar e você já sabe que lá é caaaaaro…enfim.

Aba 4 – Pagamentos
Aqui é onde o bicho pega né? :P
Para cada fornecedor listado você tem o TOTAL, FORMA DE PAGAMENTO, ENTRADA (Caso você dê alguma), VALOR DAS PARCELAS e depois 15 espaços para dar OK em cada parcela paga. Coloquei até 15…para divisões em até 15 vezes. Fique a vontade para acrescentar mais quantas vezes quiser e tiver negociado. Se você rolar a barra pra baixo, vai ver que lá no número 51 da tabela aparece uma linha negra onde será mostrado o TOTAL do quanto foi gasto. Tanto o total geral como o total das entradas e do valor das parcelas.

Aba 5 – Tarefas delegadas
Para que você não surte, delegue tarefas. Depois de delega-las mantenha controle sobre o status delas mês a mês. Deixei divididas as abas de 5 em 5 dias para que você controle como está o processo da tarefa. Pra ajudar na explicação, deixei um exemplo lá de uma madrinha que está ajudando a comprar confete pra você, hehehe.

Aba 6 – Convidados
A tão temida lista dos convidados, BUUUUU! Hahaha
Controle aqui os seus. Essa lista vai ajudar muito caso você contrate uma equipe de assessoria para fazer RSVP pra você.

Aba 7 – Plano do dia (Imagem acima)
Listei um dia de 18 horas e dei exemplo de uma noiva que irá se casar as 13hs na igreja. Mude o que você precisar também, obviamente. O bom dessa planilha é que ela te ajudará a se lembrar quem você deve avisar sobre seus passos no dia D.

Aba 8 – Músicas do dia
Deixe organizada a seleção musical aqui. Deixei uns exemplos lá também.

Aba 9 – Enxoval
Por fim, a última aba vai te ajudar a controlar os presentes da casa nova. Você pode criar outra aba ou manter aqui mesmo a relação de lojas onde você distribuiu listas de presentes. Deixei exemplos também de coisas a se ter na casa nova.

E é isso :)

Caso você queira, adicione outras abas e planilhas também. Eu coloquei estas listas, focadas no casamento, o que não impede de você incrementar com o que quiser. Exemplos: Roteiro da Lua-de-Mel, Lista de compras de supermercado para a casa nova, relação de solteiras para colocar o nome na barra do vestido hehehe…enfim: Crie, melhore, pinte e borde sua nova tabela!

Dificuldades em lidar com planilhas de Excel? Aulinhas básicas AQUI :)

Ps: Eu também odeio planilhas de Excel, mas em certas situações é bem vinda. Repense menina!

UPDATE

Parece que tem muita gente com dúvida sobre como baixar né? Então vamos lá:

Para baixar a planilha você clica lá na figura do Donwload, a setinha indicando pra baixo (Lá em cima). Daí você será direcionada pro site do 4shared e clica em DONWLOAD NOW.
Vai começar uma contagem de 20 segundos, quando acabar você clica em DOWNLOAD FILE NOW e pronto!

Beijos!

Leia Também

Anúncios

Um novidade sem preço

Eu queria segurar a emoção de vez em quando. Prender a língua e esperar o tal “momento certo”. Mas quer melhor momento certo do que TODOS os dias que você vive? Todos os dias são dias especiais pois você só irá vivê-los uma única vez. Nunca mais será 13 de dezembro de 2010. Já pensou nisso?

Por isso venho compartilhar com vocês mais uma alegria da minha vida. Falar o quão bom e fiel é o nosso Deus. Assim como está escrito na palavra: “Grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres” (Salmo 126 vs.3); eu tenho vivido um tempo novo de alegrias incomparáveis. Dessas que nem todo o dinheiro do mundo compra e nem ao menos o abraço mais apertado conforta. Estou vendo que em meios as lutas, Deus está ao meu lado e tem ido a frente nas dificuldades por mim.

Mas para que você entenda de uma forma resumida o que estou falando e onde quero chegar eu explico…

Noivo e eu passamos por períodos muito difíceis. Depois de um tempo que viemos morar juntos tivemos muitos altos e baixos. Ambos os lados falharam no diálogo e enfraquecidos até chegamos a nos separar. Mas o amor de verdade vence sempre. Venceu boatos, calúnias, tristezas, brigas e muitas outras coisas. Vimos onde erramos e que este período difícil só nos fez reconhecer nossos erros e procurar um ao outro para pedir perdão e viver uma vida plena e feliz de verdade.

Sendo assim, estamos a alguns meses buscando uma nova paz e equilíbrio na palavra de Deus. Sinto que estamos mais maduros e mais certos do que é um amor verdadeiro, do que antes. Amor este que suporta, que entende, que perdoa, que chora junto, que está sempre lá..ao seu lado.

Pois bem. Com o amor e a cabeça mais no lugar do que nunca; passamos a tocar a vida colocando em ordem as prioridades financeiras para o ano que vem. Numa conversa mais ou menos assim:

Ele: Amor, vamos começar 2011 zerados. Sem dívidas, só ajustando as coisas. Daí estava pensando em comprar um computador novo, por que esse nosso aí já era né? Cê sabe…tá uma droga…
Eu: Verdade, eu sei…
Ele: Daí estava querendo também comprar um monitor de led bonitão que eu ví na loja sabe? 19 polegadas e tals. Da hora né?
Eu: Hunrum, bem da hora.
Ele: Como você me autorizou a comprar meu XBox, hehehehe, vou ficar jogando nesse monitor novo e não atrapalhar você a assistir seus programas na TV :D
Eu: Hahaha, anram amor. Ta certo…você merece. Tem trabalhado muito, nada mais justo.
Ele: E você amor? O que quer ganhar? Eu vou gastar R$ 1.200,00 reais com tudo. Você tem o mesmo em créditos pra fazer o que quiser. O que você quer?
Eu: Hahaha ai amor…tantas coisas…gostaria de ter um laptop, ou até mesmo coisas pra casa. Sei lá…
Ele: E casar, não quer mais?
Eu: Opa!! Claro! Mas ano que vem temos a minha e a sua faculdade e mais as contas da casa. Eu acredito que poderíamos passar 2011 organizando tudo e juntando o que sobra. Mais esses R$ 1.200,00 em créditos aí hehehe, eu me viro e começo 2012 casada com você :D
Ele: Você acha que consegue?
Eu: Sim sim, sou a Casando Sem Grana, esqueceu? :P
Ele: Então tá =D
Eu: 2012 então???????!!!! Que tal janeiro quando completaremos 3 anos de “Unidos Estavelmente”?
Ele: Acho ótimo!”

Logo, eis aí a grande novidade: Dia 14 de janeiro de 2012 trocaremos alianças novas. E deixaremos regularizado, obviamente, nossa situação matrimonial; essa que até hoje é bem complicada de explicar :P

Após MUITAS e MUITAS tentativas de união: Desde 2008 pensando sobre; enfim, a coisa parece que vai. As amigas enlouqueceram pelo Twitter e duas das madrinhas já me encheram de coisas novas pra pensar. Minha mãe anotou na agenda e prometeu até emagrecer hehehe. E eu e o baby finalmente estamos sonhando muito com isso. Eu achava que homem não ligava necas pra um casamento, até vê-lo pedindo tais comidas, falando de usar tal terno, tocar tal música…e eu toda besta, mas bem mais quietinha desta vez. Quero vê-lo expor todas as suas vontades com mais intensidade e interferir pouco, pois minha missão é fazê-lo feliz tanto quanto eu serei. Sendo que minha felicidade vem por conseqüência dos sorrisos dele :)

E não é CASAR e FAZER FESTA que me deixa feliz não viu? É celebrar NOSSA UNIÃO. É cantar, dançar, poder gritar ao mundo que o nosso amor é pra sempre. Não me venham etiquetar com normas de conduta, não me venham dizer o que está na moda e tampouco me ensinarem como tem que ser: Nosso casamento é para dois! Quem estiver lá, estará para presenciar a felicidade de dois e estará ciente de que será um dia de liberdade. Com organização e beleza sim, mas não para presenciar um evento social de calendário.

E tomara que seja esse o seu intuito também. Só assim você vai perceber que todo o seu esforço prévio terá pagamento não com as flores, com bolo, com DJ e nem nada disso. Seu pagamento é o sorriso do SEU homem mais lindo do mundo. Dessa pessoa maravilhosa que divinamente foi colocada em seu caminho e que irá trilhar uma nova vida com você daqui pra frente. Vocês são mais que DUAS pessoas apaixonadas: São UMA nova família. Uma só história…

Obrigada a quem torceu, de coração! Deus abençoe vocês!
Contagem regressiva…13 meses =)

Beijos!

Leia Também

Dica: Lua de Mel barata? É em São Paulo!

E aí, SUAS LINDAS ☺ 

Hahaha, agora que aprendi a colocar símbolos nas postagens, ninguém mais me segura  Hahuahauhauhau! #danger

Mas então, o post de hoje não é sobre minhas loucuras e sim sobre Luas-de-mel econômicas!
Na verdade é mais uma série de posts. Posts feitos para noivas que cansaram de encontrar dicas de lugares fabulosos de pouca acessibilidade, sabe? Em especial a Camila Amaral, que pediu primeiro.

O post de hoje conta com opções em São Paulo. Depois sucessivamente falo de outros estados. Algumas destas dicas vem de vivências minhas, outras de indicações das amigas no Twitter do CSG e outras eu cacei por aí. Caso você encontre algum dado inválido sobre seu estado e/ou queira nos enviar mais dicas (e eu agradeço!) é só mandar pelo contato: casandosemgrana@gmail.com.

Afinal de contas quem não adoraria viajar para Paris, Ilhas Gregas, Dubai e pá e tals…Eu adoraria, diz aí! Mas: Quedê dindin?

É duro amiga!! Bora dicas!

***
  • Nível: Heavy Metal



Este é o nível da noiva MUITO mas muito sem grana mesmo. Por ela, iria até de ônibus pra Lua-de-Mel. Não que ela goste muito da idéia, mas é o que ela dispõe no momento. É também para noivas que tem um tempo muito curtinho. Para bolsos e tempos apertados como o dela eu recomendo:

PARANAPIACABA

Paranapiacaba (Aprendi a falar com o tio Raul Gil) é município de Santo André. Criada em 1874 para servir de centro de controle operacional e residência dos funcionários da companhia inglesa de trens Railway; mantém até os dias de hoje em suas vilas, casas de estilo inglês do final do século passado que servem de museus, pousadas, restaurantes e outros estabelecimentos, para os visitantes da cidadezinha. Em épocas de frio, é possível provar doces caseiros ma.ra.vi.lho.sos e participar do festival de inverno, acompanhado de uma neblina linda e bem densa, dessas de se cortar com uma faca :)
Mas, em qualquer época do ano, não faltarão passeios a serem feitos. Destacamos o Museu do Castelo, o Museu do Funicular, O clube Lira Serrano e passeio de Maria Fumaça, onde é possível fazer uma rápida viagem num trem restaurado ao estilo século XIX. Seu trocador veste-se a caracter e conta a história das viagens na época dos barões do café na trilha de Santos. Um barato!! :D

 
Fotos do Flickr de Vinícus Murari e Fernando Stankus

Para quem gosta de aventura, Paranapiacaba também é lugar ideal, pois dispõe de muitas trilhas que dão em cachoeiras, quedas d’água e lagos que espelham o céu.

Imagens do Flickr de Cauê Rangel e Paranapiacaba Ecotur

Onde se hospedar?

As pousadinhas de Paranapiacaba são o que podemos chamar de ótimos 3 estrelas com refeições caseiras e o melhor: PREÇO, preço baixo! Os pacotes de 3 diárias costumam obedecer uma média de R$ 250,00 à R$ 400,00 reais por casal. Consulte os descontos de cada temporada.

Pousada Shamballah
Rua Rodrigues Alves, 471 – Parte Baixa
+ 55 11 4439 0574 / 8213 7478

Pousada Jardim das Bromélias
Avenida Campos Sales, 549  – Parte Baixa
+ 55 11 4439 0012 / 4439 0239

Para conhecer mais sobre Paranapiacaba e obter maiores informações sobre lugares para comer, passeios e guias; visite a página do Paranapiacaba Ecotur.

  • Nível: Eu “Guento”!

Este é o nível da noiva que também está sem grana, mas que “guenta” pagar um pouquinho a mais do nível Heavy Metal, hehehe. Neste nível, dependendo do valor que se pode desembolsar, há mais possibilidades de passeios e lugares a visitar. Por isso, eu sempre aconselho a investir na sua lua-de-mel! Cerimônia e festa são coisas muito legais, mas o depois precisa ser tão bom quanto. Para este nível, hoje eu recomendo:

ILHABELA

A ilha, segundo a wiki, é o único município-arquipélago marinho do Brasil e está localizada no litoral norte, na microrregião de Caraguatatuba. Rodeada por um conjunto de montanhoso e com picos culminantes como o Pico de São Sebastião (1.379 metros de altitude) e o Morro do Papagaio (1.307 metros); a Ilha oferece várias opções para quem prefere uma aventura, um passeio leve ou apenas o bom descanso merecido.
Não deixe de visitar a praia do Jabaquara à 15km do centro que tem uma série de restaurantes e barzinhos na areia. Outros dois super passeios são: Caminhada e banho de cachoeira na trilha do Parque Estadual onde a mata atlântica vai te deixar maluca de tão fascinada; e ir de barquinho a Praia do Bonete na costa sul. Isso se você puder desembolsar uma graninha ou ir em um grupo acima de 3 pessoas (barateia muito!), se não, é preciso ser corajosa e enfrentar uma trilhinha de 12km com subidas íngremes #medo

Bonete

Onde se hospedar?

Em Ilhabela você irá encontrar todo tipo de valores e pousadas. Vale fazer uma boa pesquisa pelos preços mais baixos. Deixo este link com mais informações sobre a Ilha e sobre todo tipo de hospedagens e passeios.
Agora, em Bonete vale destacar uma pousadinha MUITO mas muito charmosa mesmo: A Pousada Margarida…

Imagens de Diego Aranha
Sobre os preços eu realmente não sei afirmar. Mas me disseram que são bem bons e justos :)
+ 55 12 3892 4285
+ 55 12 3894 7000
margaridabonete@gmail.com

  • Nível: Take it easy

Ah, este aqui é um must! Para quem poupou e tem tempo de sobra para aproveitar, MAAAASSS mesmo assim não pode ir a Paris ou fazer muitas estripulias com o seu dinheirinho.

CAMPOS DO JORDÃO

Campos do Jordão, está no coração da Serra da Mantiqueira, no interior de Sampa. Uma estância climática que recebe milhares de turistas por ano, principalmente no inverno. É a nossa “Suíça Brasileira”, tanto pelo frio quanto pela influência europeia. Fico imaginando uma Lua-de-mel no friozinho, curtindo abraçada um chocolate quente de Campos *Suspira*. É um sonho!
Passeios também não faltam. Os dois mais famosos são o do Horto Florestal e o da Estrada de Ferro. No Horto as caminhadas levam a cachoeiras lindas e a altitude favorece a vista pra cidade. Já na estrada de ferro, o trem percorre destinos distintos com cenários bucólicos com diferentes distâncias. Os quatro destinos são: Parque Reino das Águas Claras, o Ponto Culminante Ferroviário, Parque do Capivari e a Estação Ferroviária do Lèfreve.

Imagens do Yahoo Viagens
Onde se hospedar?
Puts! Opção de hospedagem em Campos (Tirando a alta temporada e a falta de pré reserva) é o que não falta. Não falta luxo e conforto também. Mesmo que você opte por um 2 ou3 estrelas, você se sentirá numa suíte presidencial. Sério. Fora a gama de restaurantes, bares, chocolates (Já falei dele né? hehehe) e cervejas boas pra caramba!
Ah, outra coisa muito bacana: Na página do oficial da cidade você vai encontrar TODOS os hotéis e pousadas da região divididos em categorias de: Super luxo, Luxo, Confortáveis e Econômicos. Abaixo as imagens de um Confortável e de um Econômico, pela ordem:
 
 
Víu? Notou alguma diferença gigante nos dois sobre conforto? Pois é! Em Campos, até os hotéis econômicos são fofos e de vista privilegiada.
Avenida Senador Roberto Simonsen, 1665 – Campos do Jordão
+ 55 12 3663 1255 
+ 55 12 3663 1246
Avenida José de Oliveira Damas, 371
+ 55 12 3663 1044
Maiores informações e dúvidas, visite a página da cidade.
***
UFA!
Este post deu um trabalhinho hein? Hahaha. Em breve tem mais com outros estados e suas MAGAVILHAS :)
Beijos!
Leia Também

Causos: Minha historia com o Buffet Moreno’s

Hello!

O que vou contar pra vocês hoje fará parte de uma série de histórias minhas. “Causos”, já diria o velho deitado. E todos estes “causos” tiveram ou não finais felizes. BUT, baseada em muitos outros “causos” da internet sem desfechos felizes, onde outras pessoas acabaram tendo problemas com a justiça e o escambau; eu opto por estrategicamente não revelar os nomes das empresas que me deram dor de cabeça. Caso você deseje saber mais informações sobre elas é só me enviar um email (no antigo: casandosemgrana@gmail.com) que eu falo quem foi. Do contrário me limitarei a dizer o estado (Obviamente em SP, pois moro aqui) e a região onde rolou o ocorrido. Tá bão? Agora se resultou, por fim, em algo positivo eu conto tudo. Assim com conto hoje…

***

Tudo começou lá pelos meados de Janeiro…Fevereiro de 2009…quando eu ainda era uma “júnior” em assuntos de casamento e acreditava que todo buffet do mundo era economicamente acessível. Comecei uma busca pela internet até encontrar facilmente o Buffet Moreno’s.
Logo de cara eles haviam ganho o meu coração (S2 ou <3): Tinham lindas fotos de cardápios e festas do balacobaco. Enviei pelo site um pedido de orçamento e aguardei ansiosa por uma resposta. Resposta esta muito breve por sinal, e veio por telefone: Um rapaz muito simpático e com uma voz de menino festeiro, me convidou para conhecer a sede da empresa e participar de uma degustação. Me falou sobre como ele organizará algumas festas “quentes” de celebridades e como conquistava a amizade de todos. Achei meio metidão mas resolvi arriscar a visita (Noiva ansiosa é fogo!)

Ao chegar no local e horário combinado tive que aguardar por um longo período pelo rapaz simpático: (Vamos chama-lo de James? Vamos!) o James!
Mas tava tudo bem né? Com um monte de revistas de noivas dispostas na mesa a gente nem vê a hora passar…
Até que chegou o James e me levou feliz e faceiro para uma das centenas de salas de reunião do buffet. Tão logo estávamos envolvidos num papo pra lá de animado onde James me contou suas loucas aventuras pelas festas de casamento que tivessem mulheres encalhadas e uma piscina  O.o  Mas eu estava tão encantada e interessada em tudo que nem via a hora passar e tampouco reparava no papo vazio do James. Eu queria casar e contratar e ele queria vender e lucrar como um louco! Me convenceu a voltar depois, para falarmos de valores e conhecer espaços, junto com o meu noivo. “Combinado!”

Nem me lembro como foi que o convenci (Até então muito mais sensato do que eu) a ir até um bairro nobre de São Paulo, conhecer buffet. Mas ele foi. A contra gosto mas foi.
James nos recebeu mais uma vez com toda a empolgação possível. Se bem que notei uma certa “pressa” no seu atendimento desta vez. Talvez por ser sábado. Talvez por ser sábado e a sede estar cheia. Talvez por ser sábado, sede cheia e estarmos de bermuda? Vai saber…

Fomos convidados a ver fotos de outros casamentos realizados pelo buffet. James pedia licença para entrar e sair da sala freneticamente. Até que um dado momento sentou-se ofegante e disse: “Gostaram?” Nem esperou nossa resposta e disse: “Ai que bom! Então, nós trabalhamos com este, este, este e este espaço. Qual vocês gostam? Escolham um para conhecermos!”

“Ah..am…ah sim…er…bem” gaguejamos. Escolhemos o Clube Português alí pertinho e James ofereceu seu carro para irmos todos. No trajeto mais papo sobre suas vendas, “seus casamentos”, o quanto ele tirava de comissão na empresa e blablablabla!! Thiago, meu noivo, já havia tapado os ouvidos psicologicamente há tempos…

O Clube de fato parecia uma gracinha. Não era um soooooooooonho de lugar, mas era bem ajeitadinho. James foi nos mostrando tudo, explicando cada detalhe. Com pressa. Claro.
Até que pedi para conhecer a cozinha. E qual não foi meu espanto ao ver com a maior cara de “Que porcaria de dia!” (pra não dizer outra coisa); o cozinheiro do buffet, sozinho, cabisbaixo e resmungão ao preparar os quitudes da festa do dia. Nem mesmo o meu “Oi!!!” super animado o fez me levantar a cabeça e me cumprimentar. James logo tratou de nos apressar para o carro novamente. Cabei tropeçando num arranjo do casamento ¬¬

Daí que vem o sensacional: Na volta, ainda no carro, James vai direto ao ponto: “E então, gostaram? Vamos fechar esse casamento, hein?!”. Mais uma vez não tive nem tempo de responder e ele imenda: “Me falem: Quanto vocês tem para INVESTIR na festa?”. Neste momento usei a verdade mais nua e crua possível e ainda fui além do que podia na verdade e disse: “Temos 8 mil reais para TUDO (Mentira, não tínhamos nem a metade disso…)

RÁÁÁÁ, você quer imaginar qual foi a reação do James ou eu te conto? :D Tá bom, vou contar:
Sabe esses caras brancões, tipo alemães? Então. Sabe quando eles ficam P’s da vida e se colorem até o dedão do pé de vermelho? Ééééé então…James ficou literalmente emputecido de ter perdido seu tempo com um casal de ralés e completou já quase sem palavras:
“Meo, mas como assim 8 mil reais? Afe velho ASSIM VOCÊS ME QUEBRAM AS PERNAS. Isso aí NÃO PAGA NEM A MINHA COMISSÃO, cês tão loucos! Se eu soubesse que vocês só tinham isso aí nem tinha me dado ao trampo de vir até aqui…”

Hehehehe éééé minha amiga. Só ví meu noivo fechar a cara de uma maneira que acreditei que sairia porrada naquele carro. Segurei sua mão e gesticulava pedindo calma. Eu não sabia onde enfiar a cara, tamanha a minha vergonha. E o James coitado né?…dirigiu o resto do percurso calado…

Na volta ao buffet eu só queria pegar a minha bolsa e sumir. O nosso anfitrião ainda tentou segurar a ira e mostrar uma certa compaixão pela nossa MISERÁVEL condição social nos apresentando opções “A baixo custo” de festa. Mas obviamente a palavra: D.E.C.E.P.Ç.Ã.O (Mais uma vez para não dizer outra coisa) estava estampada em nossas testas e saímos de lá com o rabo entre as pernas…

Existe um estudo comprovado no mercado marketeiro que diz que, quando um cliente sai satisfeito de um estabelecimento, ele falará BEM deste local para no máximo 4 pessoas. Entretanto se este mesmo cliente for mal tratado, ele falará MAL do atendimento que recebido para 10 pessoas!!
E para mim não foi diferente. Felizmente não encontrei 20 pessoas com interesse no buffet, pois com certeza teria relatado tudo o que me aconteceu e aconselhado a não procurá-los.

Pois bem, passado todo este tempo eis que um dia recebo em minha casa uma ligação do mesmo buffet Moreno’s oferecendo mais uma vez a mim os seus serviços. Ouvi tudo o que a outra vendedora com ares de muita simpatia me informou e agradecendo seu contato relatei o motivo pelo qual gostaria de não receber mais ligações dos mesmos. A pobre moça ficou abismada com o que ouviu e prontamente passou a me pedir desculpas pela atitude do colega (até então do qual ela não se lembrava quem era). Desculpas “quase” que aceitas, encerramos por alí. Pouco tempo depois recebo uma nova ligação, desta vez da gerente geral do Moreno’s pedindo amavelmente que eu relatasse todo o ocorrido com o James. Assim que terminei toda a história a moça, coitada, só faltou se ajoelhar via telefone aos meus pés implorando o meu perdão pelo ocorrido. Disse que tal sujeito não fazia mais parte do quadro de funcionários do Buffet e que eles estavam me oferecendo, não para me comprar (Anrãm, senta lá Claudia hahahaha) mas para fazermos as pazes; um jantar na unidade mais bonita do buffet.

Agradeci e dispensei. Mesmo que o jantar oferecido fosse apenas para selar a nossa paz, com certeza seria uma forma de tentar me vender mais uma vez um produto sofisticado do qual continuo sem poder pagar…

***

Conclusão: Duas simples, sobre o fato

Primeira: Gostou do produto? Pergunte antes de mais nada quanto custa. Tire uma base de valores antes mesmo de sair de casa. Como? PEÇA POR EMAIL uma cotação. Se estiver dentro do que você pode pagar e/ou negociar vá com fé.
Segunda: Não julgue um livro pela capa. Nem uma EMPRESA por causa de UM FUNCIONÁRIO BABACA (ou dois, vide o cozinheiro). O Buffet Moreno’s é uma empresa com mais de sei lá quantos mil anos de mercado e tem profissionais altamente gabaritados e muito mais atenciosos do que você imagina. Então, se você gostou do trabalho da empresa mesmo sentindo-se chateada em um atendimento, TENTE OUTRA VEZ com outra pessoa. Quem sabe você não descobre que era isso que faltava?

Buena Suerte :)

UPDATE!

A Noivinha Feliz me lembrou de uma reportagem sobre calotes de buffets exibida hoje (06/12) no Jornal Hoje. Vejam aí

Beijos!

Leia Também

Casamento real e econômico: Julia e Heitor

Mais um casamento de orçamento apertadíssimo que saiu a cara dos noivos! =D

O da Julia também entrou na contramão das regras de que: “É necessário casar no cívil, depois no religioso e fazer um festão”. Os noivos decidiram que queriam ter um casamento apenas no cívil. Optaram também por fazê-lo “Mini” e pela manhã, onde seria servido, apenas um brunch.
Mas não seria qualquer Brunch: A noiva investiu na alimentação e nos registros fotográficos como os únicos luxos. Como eu sempre digo a vocês: Se puderem, façam o mesmo. Elejam algo importante e invistam. Fotos e vídeos que são lembranças duradouras; valem a pena. O importante é não fazer além do que se pode e contrair dívidas longas com isso.

Agora vamos ao resumo do próprio relato da Julia, que além de uma noiva fofa, é especialista no assunto casamento: Está a frente da Oh Happy Day Assessoria e Cerimonial que atende várias noivinhas no Rio de Janeiro que desejam ter o casamento dos sonhos sem destruir o talão de cheque…

***

Vou te dizer que nunca sonhei casar. Igreja, véu, 500 pessoas, nada disso. Mas quando eu e Heitor resolvemos que, depois de 2 anos morando juntos, iriamos nos casar de “papel passado” eu já tinha umas certezas sobre a festa.

1. Seria de manhã. Minha sogra chiou na hora (e depois eu mesma “sofri” as consequências dessa escolha já que, é óbvio, eu não consegui dormir direito na noite anterior e foi um suplício sair da cama no dia).
2. Seria um brunch (gossip girl feelings!).
3. Em vez de bolo, queria cupcakes.
4. E casaríamos apenas no civil. Nem eu nem Heitor temos religião, apesar de sermos muito ligados a espiritualidade.

Com essas escolhas, ficaram diversas questões, todas elas baseadas na nossa pouca grana. Tínhamos um teto de 10 mil reais, e tivemos que organizar as prioridades:
1. Boa comida e bebida. Eu adoro comer e, pra mim, festa boa é que tem comida delícia.
2. Fotos. Li diversos relatos sobre noivas que deixaram essa parte de lado, acreditando que as fotos que os convidados tirariam seriam suficientes e se arrependeram. Super acredito que meus netos vão ver essas fotos e eu mesma ainda vou me emocionar muito durante a vida lembrando desses momentos. Então foto era prioridade.

A lista de convidados
Com o nosso budget definido começamos com a lista dos convidados. Essa é a pior pior pior parte em disparado. 100 pessoas é MUITO POUCO. Mas pra caber no nosso bolso e dar uma festa com qualidade, tinha que ser isso. No fim, nosso maior arrependimento foi não ter chamado os 30% a mais referente ao coeficiente de faltosos. Porque, como foram poucos convidados e super específicos, a gente não imaginou que essas pessoas tão importantes iriam faltar. Mas faltaram e pagamos o buffet pra 30 pessoas a mais. E nem adianta contar com RSVP que ninguém confirma. E muitos que confirmaram também não apareceram, enfim. Conselho? Convide 30% a mais.

Os convites
Eu mesma fiz e foi uma das partes mais fáceis. Não que imprimir, cortar, refilar, envelopar e adesivar 100 convites não tenha dado um puta trabalho, mas eu já tinha tudo na minha cabeça e foi, criativamente, fácil e prazeroso. Ficou difícil depois, rs. A entrega dos convites foi mais complexa. Pra tentarmos economizar um pouco, resolvemos entregar em mãos os convites das pessoas mais próximas. Adivinha? No dia da festa ainda tinham 7 convites não entregues. Então: mande tudo pelo correio e se poupe de aborrecimentos futuros! rs


O casamento civil
Optamos por não levar o juiz de paz pra celebrar o casamento no local da festa e casar no cartório mesmo. Confesso que foi uma decisão baseada na grana por que esse serviço custa mais de 600 reais. O ruim disso é que você fica a mercê da data que o cartório celebra casamentos, no nosso caso, só nas quintas feiras de manhã. Com isso só compareceu a família e 3 amigas que puderam “escapar” do trabalho. Comprei um vestido só pro cartório (da Antix), minha mãe comprou um buquê de chocolate e acabou sendo bem fofo. Com direito a brinde com garrafinhas de chocolate com licor, rs.


As fotos
Como eu disse, foto era prioridade. Mas eu tava morrendo de medo do nosso dinheiro não dar. Então fui pedir indicações pra , de fotógrafos de casamento ao meu alcance. Quando ela me perguntou: “Ju, você não quer que eu faça as fotos?” fiquei na dúvida, por que eu queria ela como convidada, aproveitando a festa. Mas ao mesmo tempo, eu tinha certeza de que se tinha alguém que ia fazer fotos lindas, sensíveis e com a nossa cara, seria ela. E além de fotógrafa, ainda foi minha conselheira em assuntos diversos durante todo o processo. Amei, amei, amei!
O local da festa
Minha primeira opção era a Confeitaria Colombo, mas eles cobram R$85 por pessoa (já incluído o aluguel do salão e as bebidas não alcoólicas) e isso, apesar de não ser nenhum absurdo pela lindeza que é aquele lugar, não cabia no nosso bolso. Depois olhei a Casa de Sta Tereza, que tem uma vista maravilhosa, mas só pra alugar o espaço, sem móveis nem nada, era mais de 4 mil, desisti. Uma coisa que reparei é que é só dizer a palavra CASAMENTO que muitos fornecedores dobram o preço. Bom, minha sogra ofereceu o play do prédio dela que parece um varandão, num local cheio de plantas e um clima gostoso. E o melhor: custava meio salário mínimo. Topei e foi uma ótima escolha.

O buffet
tava insatisfeita com a pouca atenção que eles estavam me dando. Poxa, a maior despesa do casório seria com a comida, como assim eu estava sendo mal atendida?! A solução apareceu inesperadamente, no lançamento da novela Escrito nas Estrelas, eu provei umas comidinhas e apaixonei. Pedi o cartão do buffet e entrei em contato logo em seguida. Elas me ligaram, foram umas fofas, super atenciosas, montamos o cardápio juntas (é difícil essa tarefa por que eu sou vegetariana, mas meu marido não), e fechamos um valor que eu podia pagar, incluindo uns brigadeiros de chocolate belga que arrancaram suspiros de todos os convidados. Aliás, TODO MUNDO elogiou o buffet. E a Fátima, a coordenadora que estava lá, era um amor. Eles emprestaram as taças de champanhe e improvisaram taças pra cerveja por que a espertona aqui esqueceu de pedir, rs.


As bebidas
Eu sou uma criatura que tem dificuldade em delegar tarefas. Costumo tomar tudo pra mim e acabo me embolando toda. Por isso, resolvi deixar a questão das bebidas alcoólicas pro Heitor resolver. Decidimos que haveria cerveja durante toda festa e champanhe só pro brinde. Na véspera, é claro, ele ainda não tinha comprado nada. *suspira*. Daí eu achei um site de bebidas com um espumante super honesto a preço decente (Salton Demi-Sec) e meu pai resolveu dar de presente pra gente servir durante toda festa. Encomendei 30 garrafas, fui muito bem atendida e tudo chegou direitinho no prazo. As cervejas Heitor comprou na véspera, 200 latinhas, no Extra. Olha, não sobrou espumante, mas sobraram umas 30 latinhas de cerveja.

Os doces
Então, nada de bolo, né? Mas essa decisão que parecia tão simples foi um dos maiores perrengues da organização. Porque aqui no Rio temos poucos fornecedores de cupcakes! De prima, eu tinha amado a BiteMe. Fiz a degustação, a Nicole foi um amor, eu AMEI os cupcakes dela, mas quando estávamos fechando, ela, que estava grávida; lembrou que ia dar a luz bem na época do meu casamento e não poderia me atender. Foi uma tristeza porque eu sabia que não ia encontrar doces como os dela. E fui correr atrás. Provei mais dois fornecedores e acabei fechando (algumas semanas antes da festa) com a Tati da LeNouNou, ficaram lindos e gostosos e ela ainda enfeitou as bandejas dos cuppies com as cores do casamento. Encomendei 120 cuppies a R$ 5 cada e ela cobrou R$35 do aluguel de duas bandejas com 3 andares. 
Na páscoa eu ganhei de presente uns mini-alfajores deliciosos e resolvi entrar em contato com o Angel pra ver se ele faria esses alfajores em embalagem de bem-casado. Outra ótima escolha. Estavam maravilhosos e foram muito elogiados. Foram 200 e custaram R$2 cada


O vestido
A mãe de uma das madrinhas é costureira e a Sa resolveu me dar de presente o vestido. Eu nunca pensei em vestido longo, nem cheio de glamour, até porque, nem combinava com o tipo de festa que eu tava planejando. Mas foi uma busca complicada. Cheguei a pensar em desistir e comprar qualquer vestido branco e pronto. Ao fim, achei um vestido (que nem era de noiva) branco, todo molinho, lindo, numa revista q eu tava folheando no trabalho. Arranquei a pagina e levei pra Penha. Ela topou, achou lindo e fez! Todo mundo amou e disse que eu estava linda e o vestido era a minha cara.


O sapato
Não queria branco. Meu vestido já era um “chantilli”, como diria a madrinha do Heitor, rs, e eu queria quebrar aquela brancura toda. Gastei horas procurando o sapato ideal, fui em dois shoppings grandes e entrei em todas as lojas de sapato buscando aquele q ia encher meus olhos e nada. Eu já tinha passado em frente aImporium da Tijuca, mas nada me agradou. Quando estava quase desistindo dei outra chance à loja e entrei novamente. Dessa vez expliquei pra vendedora o que eu queria e ela trouxe algumas opções. A Imporium tem sapatos muito legais, mas não expõe todos na loja, por isso eu não achei nada da primeira vez. Quando ela me mostrou esse sapato, não pensei nem duas vezes! Era ele!


A maquiagem e o cabelo
A principio, eu não queria gastar com isso. Eu sei me maquiar e o cabelo seria simples, solto mesmo. Quando foi chegando mais perto e eu fui desesperando, percebi que ia ficar muito nervosa na hora e era melhor contratar um profissional pra isso. Como não estava dentro do nosso orçamento inicial tinha que encontrar alguém de confiança e barato. A primeira indicação que me deram cobrou 600 pratas. Não dava. Foi quando eu pedi referências pra Lu, que é maquiadora lá na novela e ela se ofereceu a fazer por um preço super camarada junto com uma colega, a Veruska. Graças aos céus que elas apareceram, porque eu realmente não teria a mínima condição de me arrumar. Fiquei MUITO nervosa no dia!



As flores
Idealmente, eu queria ter feito toda a decoração da festa. Tinha na minha cabeça todas as referências e sabia exatamente o que eu queria. Só que 3 meses antes do casório eu entrei na Oficina de Produção de Arte da Globo e passei a trabalhar 11hs por dia, 6 dias da semana. F***. E minha falta de experiência com organização de eventos fez com que eu deixasse essa parte, assim como o aluguel de toalhas, pra ultima hora. Uma semana antes da festa eu estava fechando com a Guida. Um amor de pessoa, super criativa e empenhada, mas ela não estava dentro da minha cabeça, né? Nem tivemos tempo de discutir muito sobre o que eu queria. O que acabou acontecendo foi que ela acertou em algumas coisas e errou em outras. O buquê, por exemplo, eu havia pedido um pequeno e redondo, com flores coloridas (que ela me “proibiu” pedir flores do campo, porque acha “pobre”). Concordei com as tulipas, sempre gostei de tulipas. Além disso, também pedi 4 mini buquês de tulipas amarelas pra presentear minhas madrinhas. No dia da festa, além da equipe dela ter se atrasado 2 hs, ela me apareceu com um buquê GIGANTE pra mim. Daqueles de segurar tipo filho, sabe? Nada delicado. E gente, meu vestido era curto, eu sou baixinha, o buquê era quase maior que eu!! E nem haveria cerimonia alguma, nem cortejo, nem nada, o buquê era pra ser discreto e delicado, só pra compôr pras fotos. Enfim, desespero, né? Olhei pras minhas amigas que estavam comigo enquanto eu me arrumava no apartamento da sogra e falei: “não gostei disso, não…” Olha, se posso dar mais um conselho precioso é esse: no dia, tenha ao seu redor amigas próximas que te conheçam. Elas, prontamente, pegaram uma tesoura e refizeram o buquê pra mim, do meu jeitinho, lindo!


E o buquê das madrinhas, cadê? A Guida havia esquecido. Outra decepção. Acabou fazendo os 4 buquês ali na hora e eu pude presenteá-las com todo carinho, mas não ficou como eu gostaria.
Fora isso, os arranjos das mesas, feitos de gérberas, ficaram fofos, assim como o “jeitinho” que ela deu na passagem entre um ambiente e outro, que ficou lindo lindo.


Fiz umas guirlandas de corações azuis pra pendurar pela festa, e a Raqz fez 100 tsurus que espalhamos pela mesa do buffet e ficou uma graça.


As lembrancinhas
Meses antes eu havia feito um passeio pelo Saara pra checar preços e ver se era possível fazer 100 potinhos personalizados de geléia de morango. Minha mãe faz uma geleia maravilhosa e achei que ia ficar super meigo. Uma semana antes, fui comprar os potinhos e adivinha? Estavam em falta. E agora? Eu e a Raq pensamos em forminhas de biscoito em forma de coração, mas não achamos 100 pra comprar. Ela já tinha encomendado 100 bottons com o coração pixel que foi a marca do casório e deu a ideia de fazer corações vermelhos de feltro com o bottonzinho pregado. E deu muito certo! Os meninos inventaram de colocar os corações na lapela e todos brincaram dizendo q vieram ao casamento sem coração e saíram com! rs. A Raq também fez um caderno pros convidados deixarem recados pra nós.



Os votos
Desde que começamos a pensar em casamento, essa idéia só fazia sentido por que sentíamos falta de um ritual. A gente gosta de rituais de passagem, achamos importante. E mais que isso, achávamos q era importante q nossos amigos e entes queridos presenciassem nossos votos de amor. Nunca fizemos questão de ter um celebrante na festa porque chegamos a conclusão q as nossas palavras um para o outro e para os nossos convidados eram muito mais significativas do que qualquer texto q um desconhecido pudesse falar ali. E assim, antes do brinde, lemos um para o outro nossos votos de amor e companheirismo na frente de todos. Nem preciso dizer q chorei a beça, né? Aliás, eu chorei, Heitor chorou, TODO MUNDO chorou! rs!! Foi um momento muito especial quando senti q todos estávamos no mesmo clima de esperança no amor ali.


Apesar de todos os percalços e de tudo q não deu certo, meu casamento foi perfeito. Heitor e eu estávamos irradiando felicidade, as pessoas mais importantes estavam presentes e felizes por nós, foi um dia muito muito feliz.”


Obrigada Ju!  =)



Ficha Técnica
Vestido do noivado – Antix | Fotos – The Kiwi Studio | Buffet – Anna Elisa Gastronomia | Bebidas – Adega Curitibana | Cupcakes – Le NouNou | Alfajours – El Maestro Confeitaria | Sapato – Imporium 


Beijos!


Leia Também